Quinta-Feira, 09 de Dezembro de 2021

Cadastre seu evento

RJ – Acadêmicos do Cubango festeja seus 61 anos de fundação

17 de dezembro de 2020

Carnaval Rio de Janeiro

Por Sidnei Louro Jorge Júnior

Sediada na cidade de Niterói, no estado do Rio de Janeiro, a Acadêmicos do Cubango festeja neste 17 de dezembro seus 61 anos de fundação.

A Cubango desde os anos oitenta desfila no carnaval do Rio de Janeiro, estando no grupo de acesso A da folia carioca desde o ano de 2010 quando apresentou o enredo “Os loucos da praia chamada saudade” do carnavalesco Milton Cunha.

Nunca a Cubango conseguiu classificação que lhe permitisse desfilar no grupo especial das escolas de samba cariocas, mesmo que tenha apresentado grandes desfiles na Sapucaí no grupo de acesso.

O ano de 1960 marca o início da participação da Cubango nos desfiles da cidade de Niterói ocasião na qual ganhou o tetracampeonato num grupo na época denominado de “Academias”, uma espécie de segundo grupo do carnaval, com o enredo “Sonho das Esmeraldas”.

Nos festejos de Momo do ano de 1964 estreou no grupo das escolas de samba do primeiro grupo e passou a ser chamada pelo nome atual, tendo neste mesmo ano conquistado o  vice-campeonato com o enredo “Maurício de Nassau”.

O primeiro campeonato da Cubango no grupo principal das agremiações de Niterói somente se deu no ano de 1967 com o enredo “O Brasil pintado por Debret”. Acontece que foi só em 1972 que a Cubango se consagrou o tema “Um rei Congo Sabará” um estilo de enredo afro, que passou a ser o mais preterido pela escola a partir daí e que até hoje é reconhecido como de preferência pela escola niteroiense.

Na galeria de troféus da escola existem onze troféus, referentes a campeonatos alcançados pela escola desfilando na cidade de Niterói, quatro campeonatos alcançados no grupo “Academias de Samba” também em Niterói e dois títulos alcançados na terceira divisão do carnaval carioca, perfazendo um total de 17 títulos alcançados pela escola desde sua fundação.

Grandes profissionais do carnaval passaram pela Cubango como Cid Carvalho, Jaime Cesário, Alexandre Louzada, Milton Cunha, Severo Luzardo, Gabriel Haddad e Leonardo Bora dentre outros.

Mesmo nunca tendo desfilado no grupo especial carioca, como já foi referido, a Cubango possui premiações concedidas pelo corpo de jurados do Estandarte de Ouro, do Jornal o Globo, como no carnaval de 2019 quando ganhou a premiação de melhor escola e melhor samba-enredo, mesma premiação obtida pela escola depois do seu desfile no carnaval de 2018. Ganho o Estandarte de Ouro em 2014 como melhor samba enredo, da mesma forma aconteceu no carnaval de 2008 também como melhor samba e igualmente no carnaval de 2005.

A melhor colocação da Cubango desde o carnaval de 2010 foi a segunda colocação com o desfile de 2019 quando a agremiação apresentou o enredo “Igbá Cubango – a alma das coisas e a arte dos milagres” dos carnavalescos Gabriel Haddad e Leonardo Bora.

Para seu próximo desfile a a Cubango já anunciou o enredo “Onilé” que será desenvolvido pelos carnavalescos Raphael Torres e Alexandre Rangel, já possuindo a escola inclusive o samba que irá embalar este desfile.

Relacionados

© Copyright 2010-2020 - Carnaval N1

Bastidores, notícias, entrevistas, sorteios, vídeos, fotos sobre o carnaval do Brasil e do mundo.

Desenvolvido por: